• Inicio
  • Sobre
  • Contato
  • Anuncie
  • Categorias
  • 19/06/2017

    Crônica: Florescer

    Aos poucos as palavras vão se amontoando em uma nova crônica. Mais uma vez, na mesma época do ano, elas voltam a fazer algum sentido, por mais sem sentido que sejam.

    O mês de maio passou a ser decisivo para mim e junho sempre revelou novidades. Gosto assim. Recomeços são muito bem-vindos quando se trata de mais uma chance para ser feliz.

    Essa paz instalada em meu peito já não era sentida há tempos e eu até havia me esquecido como isso é reconfortante. 

    É dessa forma que as palavras saem, como se não houvesse mais necessidade de estarem presas. Elas estão novamente livres para formar cada frase e cada parágrafo de uma nova história que talvez não seja tão nova assim, mas que diferença isso faz?

    Eu já disse uma vez, em alguma outra crônica, que às vezes o avesso é nosso lado certo. E é exatamente isso o que eu vejo hoje. Sem escrever por nenhuma personagem, mas sim, por mim.

    Deixe que a vida seja equilibrada, entre colorido e preto e branco, com datas mais que importantes, lágrimas de felicidade e a dose certa da liberdade que faz o amor durar.


    2 comentários:

    1. Deixe a vida ser equilibrada! Amei.. é disso que eu preciso!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Todos precisamos desse equilíbrio que faz bem!

        Excluir



    Image Map