• Inicio
  • Sobre
  • Contato
  • Anuncie
  • Categorias
  • 30/03/2017

    Mochilando pelo Mundo Eu: um livro sobre igualdade de gênero

    Recém formada em jornalismo, a agora também autora Geovana Mara, está prestes a desbravar o mundo com seu livro "Mochilando pelo Mundo Eu". O lançamento está marcado para o dia 31 de março, as 19h, no Unifatea, em Lorena-SP.

    A partir do seu trabalho de conclusão de curso, Geovana se dispôs a escrever um livro que refletisse sobre as diversidades de gênero e sexualidade, voltado para os adolescentes.

    O processo todo de desenvolvimento do livro durou menos de um ano. Após pesquisa e fundamentação, a escrita das reportagens e da narrativa estava pronta em apenas 5 meses. 

    No livro, ao final de cada reportagem sobre o assunto é inserido um capítulo como um diário de viagem, uma narrativa que a autora desenvolveu, contada por meio de um personagem sem idade e gênero definidos, sobre uma viagem ao estilo "mochilão". O personagem passa por diversas situações de preconceito, mas reage com respeito diante das adversidades.

    A intenção da jornalista é promover uma reflexão sobre os preconceitos culturais, que são inseridos nas pessoas, sem que elas percebam que carregam algum pré-julgamento. "Oferecer uma possibilidade para o leitor viajar dentro de si mesmo, encarando seus conceitos e preconceitos, é dar a chance de uma geração entender mais sobre o respeito", é o que pretende a autora. 

    "Mochilando pelo Mundo Eu" aponta por meio da história e da ciência, diferentes formas de expressão de gênero, identidade de gênero, a origem a desigualdade social entre homens e mulheres, e também sobre sexualidade. 

    O diferencial está em sua sutileza ao oferecer uma mensagem de amor e respeito para os jovens. "Espero que a mensagem de amor e respeito chegue até o coração de cada leitor. Que a empatia seja muito maior que o estranhamento das diferenças, pra todo mundo ter espaço pra se expressar e viver", concluiu Geovana.

    Além do lançamento no Unifatea, Geovana estará autografando os exemplares no dia 8 de abril, na Livraria Cultura, em São Paulo.

    As vendas estão sendo feitas através do site do Coletivo Editorial, neste link. Mais informações podem ser encontradas na página do livro "Mochilando pelo Mundo Eu".

    27/03/2017

    Vlog: Fazendo 4 tatuagens

    Oi pessoal, tudo bem?

    Olha quem está por aqui de novo, dessa vez com o vlog das minhas tatuagens novas! Você que me acompanha já deve ter visto pelo meu Instagram que eu fiz uma pequena loucura esses dias atrás.


    E, claro, eu gravei tudo para vocês! Vem ver e não se esqueça de avaliar o vídeo e se inscrever no canal:


    As tatuagens foram feitas no Studio Rafa Tattoo, em Lorena-SP. Você pode conferir o trabalho dele pelo Instagram, é só clicar aqui. Super recomendo, 6 das minhas 7 tatuagens foram feitas com ele.

    Vou deixar uma foto de cada tatuagem aqui e se quiserem saber seus significados, posso gravar um vídeo especial explicando tudinho <3

    Além desse vlog babado, tem um outro no canal que eu gravei colocando 2 piercings, assista também, clique aqui.


    24/03/2017

    Diário de bordo: Nossa história com o TCC

    Oi pessoal, tudo bem?

    Demorou um pouquinho, mas estou aqui para contar como foi o meu TCC. Na verdade, meu não, nosso, porque durante todo esse percurso eu tive alguém muito companheira do meu lado, a Kels, que deu vida a este trabalho comigo <3

    Vou resumir o que foi essa loucura de criar uma revista do zero, mas no final do post deixo o link do nosso Trabalho de Conclusão completo para referência.
    Escolha do tema

    A princípio nós pensamos em uma revista feminina, começamos o projeto e até achamos que ia pra frente, mas era muito clichê e o mercado já está saturado. Por isso pensamos no público gestante, pois a maior parte do material que tem hoje nas bancas é voltado para o bebê e não para a mulher como mãe e esse foi o nosso diferencial.

    Desenvolvimento

    Acho que o desenvolvimento de todo TCC é uma loucura, a gente sempre acha que não vai dar certo, mas no final o resultado nos surpreende. Nós começamos o trabalho com um pouco de antecedência e isso foi muito bom, ainda mais por ter sido a parte de pesquisa de opinião pública, que é chatinha. Depois a coisa fluiu, até que há duas semanas da entrega final a gente descobriu o prazo e surtamos achando que não ia dar tempo, mas corremos atrás e foi sucesso!

    Dificuldades

    Como é trabalhoso montar uma revista, viu? Ainda mais porque nós fizemos todos os papéis dentre dela: direção, produção, edição, diagramação e todos os ãos. Apesar de termos contado com a ajuda de grandes parceiros em fotos e matérias, tivemos bastante trabalho para que tudo ficasse perfeito como imaginamos no início. Mas a maior dificuldade, sem dúvidas, foi escolher o nome da revista. Um verdadeiro parto!

    Apresentação

    Jornalista não pode ter medo do público, não é mesmo? Demos umas ensaiadas na véspera da apresentação, dividimos as partes e cronometramos. E olha só, apresentação não é nenhum bicho de sete cabeças não, viu? Depois de um ano inteiro lidando com o tema, a gente já estava até saturada, sabíamos tudo de cor e até de trás pra frente. O segredo é saber daquilo que está falando.

    Agora...... Nossa capa linda para vocês!

    Link para download do TCC completo: https://goo.gl/Gu6CzZ
    Link para visualização online da revista E agora, mãe?: https://goo.gl/oy057h





    Image Map