• Inicio
  • Sobre
  • Contato
  • Anuncie
  • Categorias
  • 28/12/2018

    Crônica: Reciprocidade

    Enquanto ela olhava o mar, uma lágrima escorria por seu rosto. Uma mistura de alegria pelo momento, com saudade antecipada.

    Foram os melhores dias em tempos. O suficiente pra deixar a sensação de que todo o sentimento sentido não poderia ser expresso em palavras.

    Ainda que as três palavras já não fossem mais segredo, às vezes ficava a sensação de que também não eram o suficiente.

    Ele mudou seu mundo de uma maneira tão única e especial, que só trouxe a certeza de que deveria ter sido sempre assim.

    Era como se ele fosse tudo aquilo que lhe faltava. O cuidado, a atenção, o toque, como os corpos se encaixavam. Até o beijo era diferente. Ao mesmo tempo, ela era exatamente o que ele precisava. Carinho, presença, preocupação. Alguém que lhe mostrasse o quanto é importante e estivesse por lá, pronta para abraçá-lo depois de um cansativo dia de trabalho.

    O que estaria por vir, nenhum deles sabia. Mas enquanto estivessem juntos, fariam cada momento ser inesquecível. Como se o mundo lá fora parasse pra deixar que eles se amassem por pelo menos mais uma noite.

    Uma troca recíproca. Um sentimento mútuo. Um encontro que precisava acontecer.


    05/12/2018

    Crônica: Ligação

    Se a chuva já encantava, imagina o pôr do sol. Posso apostar que ela nunca presenciou um entardecer tão lindo como aquele. 

    A luz refletida naqueles olhos castanhos formavam uma cor única, que nenhuma paleta é capaz de reproduzir.

    Parecia coisa de adolescente, mas quem é que vai ser julgado por amar? O que ela estava sentido já não cabia mais dentro de apenas um "se cuida".

    Junto com o sol se pondo naquela tarde, as três palavras foram ditas. O silêncio predominou. Quantas coisas passavam pela cabeça? Como descrever tudo aquilo que estava sendo sentido?

    Ele estava ali, em cada letra de música, em cada gota de chuva e agora naquele pôr do sol que se tornou inesquecível.

    Entre várias ligações, essa era uma ligação bem difícil de se explicar.

    26/11/2018

    Crônica: Deixe a chuva cair

    Como explicar aquele sorriso no rosto em uma manhã de segunda chuvosa? Quem deseja ver o arco-íris precisa aprender a gostar da chuva.

    Apreciar a beleza de dias nublados, de céu acinzentado, que ninguém dá nada por eles, mas que podem te surpreender. 

    Quando enxergar detalhes antes não vistos, cada dia da semana irá se tornar um dia especial. E isso se tornará rotina.

    Nada mais será igual. Nem a música clichê antiga. A beleza de um dia nublado pode trazer sentido à muitas outras coisas. Basta saber aproveitá-lo.

    Deixe a chuva cair lá fora e lavar a alma, florescer o campo e trazer o frescor para energizar mais um dia.


    Image Map